Este site usa cookies. Alguns cookies são essenciais para a correcta operação do mesmo e já foram configuradas.
Pode bloquear e apagar as cookies deste site mas algumas partes poderão não funcionar correctamente.
PAÍS
- ARGENTINABOLÍVIABRASILCANADACHILECOLOMBIACUBAEQUADORESPANHAEUAMÉXICOPANAMÁPARAGUAIPERUPORTUGALURUGUAIVENEZUELA
ÁREA
- ARTE URBANAARTE SONORABAILECERIMÓNIACINEMACONFERÊNCIACRIAÇÃO PORTUGUESA CONTEMPORÂNEADANÇADESFILEESPAÇO PÚBLICOEXPOSIÇÃOFESTAFILMESFOTOGRAFIAGASTRONOMIAINSTALAÇÃOLEITURALIVROMARIONETASMÚSICAOLISIPOGRAFIARAAMLRÁDIORESIDÊNCIA ARTÍSTICAPROGRAMA EDUCATIVOTEATROTOPONÍMIAVISITAOFICINASDesign
EQUIPAMENTOS
- ACADEMIA MILITARARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | ARQUIVO FOTOGRÁFICOATELIER - MUSEU JÚLIO POMARBIBLIOTECA CAMÕESBIBLIOTECA DE MARVILABIBLIOTECA ORLANDO RIBEIROBLX – BIBLIOTECAS DE LISBOACARPINTARIAS DE SÃO LÁZAROCASA DA AMÉRICA LATINA (CASA DAS GALEOTAS)CASA FERNANDO PESSOACASTELO DE SÃO JORGECCB - CENTRO CULTURAL DE BELÉMCINEMA SÃO JORGECOMPANHIA NACIONAL DE BAILADOBIBLIOTECA DOS CORUCHÉUSCTTESCADARIA DO JARDIM 9 DE ABRIL (À 24 DE JULHO)ESPAÇO PÚBLICOGALERIA DOS PAÇOS DO CONCELHOGALERIA MILLENNIUM BCPGALERIAS MUNICIPAISGALERIA QUADRUMGAU - GALERIA DE ARTE URBANAGEO- GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSESMARIA MATOS TEATRO MUNICIPALBIBLIOTECA DE MARVILAMAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITECTURA E TECNOLOGIAMUDE - MUSEU DO DESIGN E DA MODAMUSEU ARPAD SZENES - VIEIRA DA SILVAMUSEU DA MARIONETAMUSEU DE ETNOLOGIAMUSEU DE LISBOAMUSEU DO ALJUBEMUSEU DO FADOPADRÃO DOS DESCOBRIMENTOSPALÁCIO CALHETAPÁTEO DA GALÉ - SALA DO RISCOPOLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTARTPSÃO LUIZ TEATRO MUNICIPALTEATRO CAMÕESVÁRIOS ESPAÇOS DA CIDADEARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | VIDEOTECAEGEACCINE-TEATRO CAPITÓLIO
TEMAS
- PASSADO E PRESENTEAFRODESCENDENTESCRIAÇÃO CONTEMPORÂNEAMIGRAÇÕESQUESTÃO INDIGENA

< VOLTAR EXPOSIÇÃO

Arpad Szenes e Vieira da Silva, os anos do exílio no Brasil (1940-1947) (Portugal)

PORTUGAL, BRASIL

De 4 de Março a 7 de Maio
Terça a Domingo, das 10H00 às 18H00

MUSEU ARPAD SZENES - VIEIRA DA SILVA

Inaugura a 4 de Março, Sábado às 17H30

O Rio de Janeiro acolhe o casal Arpad Szenes e Vieira da Silva, de 1940 a 1947, num exílio que tem um impacto diferente em cada um.

Se Arpad rapidamente encontra os seus marcos, para Vieira este foi um tempo de tensão e angústia. A estadia no Brasil marcou de forma clara a pintura de ambos. A de Arpad tornou-se mais íntima e familiar, a de Vieira reflete as suas inquietações: a dor da guerra, o absurdo da condição humana, o desenraizamento e a saudade. Apontamentos do quotidiano ilustram este período, e cada um dá continuidade às suas pesquisas, tarefa que haveria de ter um forte impacto na obra posterior.

Curadoria Marina Bairrão Ruivo